on vanity (II)

Decisions based on emotion aren't decisions, at all. They're instincts. Which can be of value. The rational and the irrational complement each other. Individually they're far less powerful.Binge-watch House of Cards during the weekend. Feel severely under-dressed all throughout the show. Realize how much I love to be able to look at myself in the … Continue reading on vanity (II)

a série que me está a fazer deixar o Game of Thrones na prateleira

A fórmula não tem muito de original: Equipa all-stars composta por personagens da literatura vitoriana? Check. Sangue e sexo semi-gratuitos por todo o lado? Check. Vampiros? Check. A Eva Green a fazer de bruxa? Check, check e check. Penny Dreadful traz-nos o Dr Frankenstein e a sua criatura (ironicamente, talvez a personagem mais bela da série), o hedonista Dorian … Continue reading a série que me está a fazer deixar o Game of Thrones na prateleira

os mortos vivem

Comecei ontem a devorar a série que apelidei carinhosamente de Os Retornados: Les Revenants. "Não são zombies nem fantasmas: voltam de repente, tal e qual como eram antes de morrerem. Não conseguem dormir e estão sempre com fome", conta-me a amiga Panda, que descobre sempre estas pérolas. Visualmente arrebatadora, é estupidamente bem escrita e um … Continue reading os mortos vivem