0 comments on “Mais, por favor”

Mais, por favor

Quando era pequena, o meu pai tentou (exaustivamente) convencer-me a ter aulas de aikido. "Não quero! Quero ser bailarina!", protestava eu. "O aikido é quase uma dança," argumentava o meu pai "vais ver que vais gostar." Mas a Marta de…

Advertisements