Obediência

Ver filmes sobre os quais só se sabe o título tem as suas vantagens.

A história começa com o início de um dia de trabalho num franchise de fast food. Conhecemos a gerente, o empregado calão, a loirinha mais interessada em mudar as capas do telemóvel do que em atender clientes, e tudo filmado em estilo documental, como um bom filme indie.

Até que recebem um telefonema que deixa toda a gente da história em alvoroço.  O espectador talvez nem tanto. Pelo menos até ao pedido que a pessoa do outro lado do telefone faz – melhor dizendo, à ordem que é dada.

Quem está de fora apercebe-se do que é que tudo se trata na realidade, e é aqui que reside o verdadeiro génio deste filme.

A reacção de quem vê começa na irritação e vai subindo por ali acima até – e sei que não falo só por mim – nos sentirmos profundamente perturbados com tudo aquilo.

Apercebemo-nos das manipulações e não percebemos porque é que mais ninguém (dos que estão lá dentro) as consegue ver. Porque é que a voz da autoridade não é questionada – principalmente quando é uma voz que nunca se mostra. Porque é que ninguém reivindica os seus direitos? Porque é que seguem directrizes que vão contra o que acham correcto ou humano ou decente?

Porque – e por muito que digamos “isto comigo não era assim!” – a reacção natural é a de obedecer a quem se apresenta como autoridade.

Não é um filme fácil, na medida em que, logo a meio, queremos berrar com as personagens e atirar coisas ao ecrã. Mas há muito, muito tempo que não via nada que provocasse em mim uma reacção tão visceral.

Saiu em 2012 mas está agora nas nossas salas de cinema.

©Authorial Minimalist Posters

Advertisements

1 Comment »

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.