Papi [2004 - 2007] Eternal M

Para acabar de vez com as trilogias

Não contente com ter publicado dois textos meus numa mesma semana, a dona deste site pôs os pés à parede:

– Não podes escrever só dois textos quando comentas uma trilogia de cinco volumes. É preciso, pelo menos, mais outro.

A escravatura já acabou, minha gente.

Mas sempre aproveito a falta de tempo e inspiração para citar uma passagem da série, o que talvez ajude a perceber o caos em que caímos quando mergulhamos na sua leitura.

There is a theory which states that if anyone discovers exactly what the Universe is here for and why it is here, it will instantly disappear and be replaced by something even more bizarre and inexplicable.

E, virando a página,

There is another theory which states that this has already happened.

E, por hoje, é tudo. A não ser para anunciar que descobri o meu objectivo na vida deste blog. Uma vez que muitos dos seus leitores estudam cultura inglesa, assumo a missão de revelar autores fundamentais que não são dados a conhecer em nenhuma cadeira da Nova.

Artur Tomé

Próximo autor: Alan Moore

Advertisements

5 comments on “Para acabar de vez com as trilogias

  1. Não foi assim…! O que eu disse foi, ou fazias 3 posts sobre a trilogia em questão, ou fazias mais, visto que é composta por mais de 3 livros :PSó te peço que não te demores muito sobre o Moore (o Rasputine já não tinha morrido…?) e apresentes o Terry Pratchett aqui aos leitores. A ver se conseguimos convencer a J. a ler o “Wyrd Sisters” (uma sátira descarada e hilariante às peças do Shakespeare).P.S.: Ditadora? Eu…? 😉

    Like

  2. Terry Pratchett? Saiu agora um livro dele. Aquele de que te falei sobre o Armagedão (e sobre como todas as cassetes que ficam muito tempo no porta-luvas passam a ter o Freddy Mercury a cantar) 😉

    Like

  3. resumo o pratchett a uma citação da Nanny Ogg (uma das 3 bruxas em “Wyrd Sisters”):”Yes, bugger all that.” said Nanny. “Let’s curse somebody.”

    Like

  4. Bem… uma pessoa vira costas um diazinho e cai uma avalanche! Já estava a sentir a falta da leitura… E aqui a J. está sempre disposta a ler paródias ao Bill. Venha ela!J.P.S. – Ditadora? Hmmm… vou pensar… não tenho tanta certeza…

    Like

  5. Não assinei nenhum contrato de exclusividade com a dona do blog. Quem quiser ir avançando com textos sobre Discworls do Prattchet, força.A Caminho editou “As 3 bruxas” (Wyrd Sisters), que está para o Hamlet como a Vida de Brian está para o Novo Testamento, e “Mort”, uma variante do Aprendiz de Feiticeiro, só que, aqui, o aprendiz trabalha para um esqueleto que monta um cavalo negro e usa uma foice muito afiada…Artur

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: