correntes

Fui desafiada no Facebook, mas vou deixar os bloguistas (blogueiros? blogadores?) em paz:

1. Adoro aranhas.

2. O primeiro poema que escrevi era sobre árvores.

3. Queria ter uma máquina do tempo para convencer a minha mãe adolescente a ir para Belas Artes.

4. Queria ter uma máquina do tempo para passar mais tempo com a minha mãe.

5. Sou a pessoa mais odiosa e insuportável do mundo quando tenho fome.

6. Só sei a tabuada até ao 6.

7. A relação afectiva mais saudável e recíproca que alguma vez tive com o sexo oposto é a que tenho com o meu gato.

8. Quando tinha 15 anos pensei seriamente em entrar para uma igreja protestante só porque o grupo de jovens organizava musicais.

9. Todos os dias, durante pelo menos um ano, a primeira coisa que fazia ao chegar da escola era ver o Música no Coração (para grande desespero dos meus pais). Sendo filha única, queria ter aqueles irmãos todos para podermos cantar e dançar no meio da rua.

10. Ainda consigo dançar no meio da rua. Cantar, só com vinho.

11. Quando era pequena dizia que o meu pai era a minha alma gémea. (Sim, Freud, cala-te lá.)

12. Com 14 anos escrevia canções só com bloco, caneta e a cantar para dentro porque sempre tive medo da minha voz.

13. Adoro o número 13 porque quase toda a gente foge dele.

14. Descobri que não resisto a homens vestidos de preto durante uma luta entre o Luke Skywalker e o Darth Vader.

15. Quando era pequena queria ser escritora, cantora, actriz, fotógrafa, bailarina, pianista e milionária. Vinte anos depois, ainda não me decidi.

16. Ainda ouço os Take That.

17. Aos 11 anos escrevi um conto sobre uma múmia assassina e a máquina movida a cérebros humanos com que ía destruir o mundo. A minha professora disse-me na cara que fiquei em 3º lugar e não em 1º no concurso da escola porque ninguém acreditou que tivesse sido eu a escrever aquilo.

18. Nunca me deito antes do CSI. Mas devia.

19. Costumo deixar o que escrevo a meio porque a minha cabeça não tem paciência para a lentidão dos meus dedos.

20. Tenho um dente a mais.

21. Sinto-me uma turista em Portugal mas já me esqueci de qual é o meu país de origem.

22. Passava a vida a apaixonar-me. Agora tenho medo.

23. Tenho uma divazinha dentro de mim, com quem não me dou muito bem. Chama-se Matilde.

24. Não sou tão cabeça no ar e indisciplinada como me habituei a ser.

25. Tenho a vaga impressão de que já sabiam isto tudo porque nunca tive grandes problemas em contar a minha vida. Se calhar devia.

Advertisements
M

3 thoughts on “correntes

  1. 1 – Porque fazem teias ou porque a maioria das pessoas não gosta delas?2 – Porque têm raízes ou porque têm folhas? Será porque morrem de pé?3 – A tua mãe não foi para belas artes, mas fez uma bela arte… TU!4 – Essa eu entendo perfeitamente e não tenho comentários.5 – Mantém esse estômago razoavelmente saciado. Acho que nunca te vi com fome… felizmente.6 – E chega! As calculadoras que façam o resto!7 – Isso é legal? Bem, desde que sejas feliz… e o gato também, claro… tudo bem!8 – Não entraste para a igreja mas o ideal "protestante" ficou-te enraizado…9 – Hoje decerto já percebeste que aquilo só mesmo em filmes. Se tivesses aqueles irmãos todos, vivias numa barraca, andavam todos ranhosos e todos ao murro e à batatada. Estamos em Portugal rapariga. Acorda!!!10 – Dançar na rua e só à noite, aposto… Cantar só com vinho? E com sangria? Não se canta? Desde que tenha álcool… até se canta à desgarrada!11 – E hoje em dia já não é? Termos uma alma gémea desde que nascemos deve de ser puramente reconfortante…12 – Não és só tu que tens medo. Aposto que o pessoal esconde as garrafas de vinho quando te convida para jantar…13 – Aaaaah! Aqui está a resposta para a questão nº 1!14 – OK, OK! Os pastores protestantes não vestem batinas. Não vás muito a igrejas!15 – É uma "não decisão/incerteza" ou uma incapacidade mesmo?16 – E há mal nisso? Estás velha, mas isso também não tem mal…17 – Também me aconteceu algo parecido mas foi com um conto sobre a guerra… Será que somos almas semi-gémeas?18 – Olha… eu também não. Afinal não somos semi… somos mesmo!19 – Já te disseram alguma vez que há gravadores e que há livros audio?20 – Para além de tudo o mais… mais essa anormalidade????21 – É bom sermos turistas, onde quer que seja! Olhamos sempre para as coisas de maneira diferente. Quanto ao país de origem… o B.I. o que diz?22 – Medo de te apaixonares ou medo de que a paixão passe e fique o amor?23 – A Matilde é uma diva ou um alter ego? E ela? Dá-se bem contigo?24 – Como te habituaste a ser ou como queres mostrar que és?25 – És um livro aberto… daqueles de quem já fizeram o filme, o resumo, a manga… Não. Não devias. Um livro fechado não tem mesmo graça nenhuma!

    Like

  2. resposta tardia mas muito merecida:resistindo à tentação de te responder item por item, digo apenas que seremos a gata e ratinho mais compatíveis da história 🙂

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.