erm… pois

Ao passear-me por esse universo sem fim que é a internet, dei de caras com um site de nome algo sugestivo: Neurotic Poets. A saber: Byron, Shelley, Poe, Rossetti irmão, Dickinson, o deus Oscar, Thomas e Plath.
Após ter recuperado do choque de 6 em 8 dos listados serem alguns dos meus autores preferidos, sofri outro: só oito? Em toda a história da poesia anglo-saxónica só encontraram 8 almas a quem pudessem dar a etiqueta de neuróticas? E não é o termo “poetas neuróticos” um pleonasmo?
Alguém conhece autores considerados normais?

Advertisements

Categories: [2004 - 2007] Eternal M

Tagged as:

6 Comments »

  1. Hãããããããã…….Não.[Obrigada por me teres acrescentado à tua barra lateral. Quer dizer, não é bem a mim. É ao meu blog. E não é bem à tua barra lateral. É mais à barra lateral do blog. Mas tu percebes.]

    Like

  2. td nós somos normais na nossa própria anormalidade. os normais são as pobres almas penadas q andam plo mundo a pensar q tds os q n são c/o eles são anormais. mas os anormais anglo-saxónicos são mt especiais. geralmente são génios. o problema é q ou são mt bons ou mt maus. devem desconhecer q a virtude reside no meio. valéria.

    Like

  3. Valéria: que saudades dessa frase! 😀 e concordo, as pessoas ditas normais – ou que o tentam ser – não se devem divertir muito…anaoj: NI!

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.