born to be Wilde

(Sim, sim, tenho tendências obsessivas, eu sei…) Recebi ontem, via Amazon, o filme Wilde, sobre a vida do Mestre Oscar desde a sua tournée americana até ao reencontro com Bosie após ter saído da prisão. O inteligentíssimo Stephen Fry lidera o elenco e apenas peca por passar o tempo todo com olhos de cachorrinho abandonado. […]

Read More

oh meuz amigoz-z

Local: FCSH (leia-se mesmo “fcsh” e não “efe cê esse agá”), ao pé do refeitório.A Marta vasculha pilhas de livros na banca dos alfarrabistas de serviço e encontra uma edição trilingue do Novo Testamento – em francês, alemão e inglês. A Marta acha piada à ideia. De repente, depara-se com o seguinte aviso na primeira […]

Read More

O Christian Andersen do séc.XX

Corria a década de 60 e a indústria da banda desenhada americana andava pelas ruas da amargura. Uma onda de moralismo, a fazer lembrar em muito a que agora ataca as televisões, proibira as cenas de violência, tiros, sexo e terror. Finis o traço erótico de Alex Raymond nas suas series Flash Gordon e Agente […]

Read More

confirmação

Após ter recomeçado a ler o “De Profundis” apercebi-me do seguinte:Oscar Wilde é Deus.

Read More

pensavas que me esquecia…

É com prazer que anuncio (tardiamente graças a problemas técnicos do Blogger) que fez ontem anos o colaborador-mais-ou-menos-semanal-e-não-remunerado deste blog, também conhecido por “meu pai”. Para quem não repara na coluna dos links, à direita, pede-se o favor de espreitar a página do Marquês de Endovenosa, BD da qual o sr. Artur é argumentista. Parabéns […]

Read More

Quando foi a última vez que fez alguma coisa pela primeira vez?

  Esta frase é o slogan de uma nova empresa portuguesa. Que trabalha para outras empresas, comercializando soluções simples e naturais para apreciar a vida, satisfazer o ego e de fidelizar clientes. Mas os seus produtos são um pouco diferentes do habitual. Tão diferentes que são cada vez mais os particulares adquirirem tais soluções para […]

Read More

estarei a ver fogueiras no horizonte?

Ainda não percebi se devo manter a mente aberta e esperar para ver… ou ficar muito, muito assustada: “On November 25, 1981 Pope John Paul II named Ratzinger prefect of the Congregation for the Doctrine of the Faith, formerly known as the Holy Office of the Inquisition.”

Read More