e venha outro…

  Um bom 2005 a todos e boa passagem de ano, que vou estar a trabalhar até às 2 da manhã, muito provavelmente só para atender clientes que não conseguem ver o Herman… e sem sistema informático!

Read More

Arthur C. Clarke – onde a religião encontra a ciência

O maremoto que assolou a Ásia e arrasou o Sri Lanka fez-me recordar o mais famoso habitante desta região, o muito britânico Arthur C. Clarke. A religião de que se fala no título não tem nada a ver com credos eclesiásticos. Religião é aquele sentir da unidade entre nós e tudo o que nos cerca, […]

Read More

então adeus

Todos os dias faço uma ronda diária ao blogs que tenho nos favoritos… e todos os dias me encho de esperança que o meu amigo Miguel que agora é Eduardo, tenha parado de andar às voltas com o Vivaldi e regressado para dar sinais de vida… até hoje me te deparado com a seguinte mensagem: […]

Read More

regresso às origens

Depois de ter passado um semestre inteiro a ter aulas numa série de departamentos que não são o meu, tive um ataque de nostalgia e adicionei uma data de links para páginas de alguns dos meus autores preferidos. Há uma página oficial do Oscar Wilde, mas é tão pobrezinha que me decidi por outra com […]

Read More

A aristocrata que cresceu na rua

Modesty Blaise surgiu na década de 60 e fez mais pela igualdade de direitos entre os sexos do que todas as revoluções da moda de então. Ao contrário do retrato das mulheres propalado pelo marialva do James Bond, Modesty era uma mulher à beira dos trinta anos, rica e independente após se reformar de uma […]

Read More

Yule

Para os mais distraídos, celebra-se hoje o Solstício de Inverno, também conhecido por Yule. Nos tempos pagãos comemorava-se a noite mais escura e fria do ano como aquela em que a Deusa dava à luz o Deus Sol, a Criança da Promessa, pois a partir desse momento os dias tornam-se mais longos, representado, assim, o […]

Read More

Ironia britânica

Leslie Charteris nasceu na Indonésia, educou-se em Inglaterra e aí começou a publicar os primeiros livros do Santo. Estávamos no início da década de 1920 e Simon Templar é uma espécie de Robin Hood que combate os mercadores da morte, como então se chamavam aos negociantes de armas. Elegante, anarca, tem a cabeça a prémio […]

Read More